Faça Parte

Todos fazem parte da solução!

 A gravidade da situação em que se encontra o clima em nosso planeta é consequência das escolhas que fazemos em nossa rotina. Sendo empresas ou indivíduos, temos a responsabilidade de nos informar e ponderar nossas decisões em relação a quais produtos escolhemos. As empresas podem desenvolver produtos que tenham uma durabilidade maior, que possam ser consertados, reformados, reciclados, e por último, descartados de forma que não agridam o meio ambiente. Indivíduos podem se informar para estimular as boas práticas das empresas, consumir ponderada e conscientemente, além de contribuir para que os produtos tenham o maior valor possível durante todo o seu ciclo de vida. A Economia Circular, que buscamos fortalecer, visa justamente isto, que prolonguemos a vida útil dos produtos e compartilhemos informações e usos de modo a minimizar nosso impacto sobre a biosfera. Através do estímulo a consolidação de produtos que estocam o carbono, consumidores e empresas estarão contribuindo para mais uma forma de impedir que os gases do efeito estufa cheguem à atmosfera e de combate às mudanças climáticas, com um potencial de redução de emissões em mais de 10% até 2030. As emissões per capita de gases do efeito estufa no Brasil (sem considerar mudança de uso do solo e florestas) subiram de 3,7 para 5,3t CO2 e entre 1990 e 2014. Para efeito de comparação essa emissão per capita é mais do que o dobro da verificada na Índia para todos os setores. Ou seja, para limitar o aquecimento global, será preciso um conjunto de ações e certamente um reposicionamento do mercado e dos consumidores tem grande parte neste desafio.